Ser criativo em tempo de pandemia

Ser criativo em tempo de pandemia

Read more

Quem vê marcas, vê corações

Quem vê marcas, vê corações

Read more

Sucesso através de uma sólida estratégia editorial!

Sucesso através de uma sólida estratégia editorial!

Read more

Agora é a hora!

Agora é a hora!

Read more

As vantagens do audiovisual para a sua empresa

As vantagens do audiovisual para a sua empresa

Read more

Conquistar e fidelizar com conteúdo

Conquistar e fidelizar com conteúdo

Read more

Design de Interfaces

Design de Interfaces

Read more

Comunicação visual e o sucesso da sua empresa

Comunicação visual e o sucesso da sua empresa

Read more

Design de interface é na sua essência o desenvolvimento gráfico e de navegação de sistemas de software, de forma a tornar a interação do utilizador com os sistemas, programas ou aplicações o mais simples e eficiente possível. Um bom design de interfaces facilita a navegação e usabilidade, sem chamar a atenção desnecessária para si. O processo de design deve equilibrar funcionalidades técnica e elementos visuais para criar um sistema que não é apenas operacional, mas também útil e adaptável de acordo com as necessidades do utilizador.

Infelizmente, em muitos casos existe uma desvalorização nesta área de desenvolvimento de software. O grafismo é colocado em segundo plano, desenvolvido muitas vezes pelos próprios programadores, cuja sensibilidade, naturalmente, não lhes permite criar layouts apelativos, intuitivos e simples, tão user-friendly quanto possível e sem nunca esquecer a sua importância.

Na criação de design de interfaces devemos ter em consideração 5 pontos fundamentais:

  • Utilização de esquemas de organização espacial
  • Utilização de ícones, imagens e infografias de acordo com uma boa linha gráfica e que identifique claramente o seu propósito
  • Uniformização e respeito da mesma linha gráfica (tipos de letra, linguagem cromática, linguagem gráfica)
  • Utilização de uma navegação dinâmica e animada
  • Design simples e intuitivo KISS*

Certamente, ao seguirmos estes 5 pontos vamos conseguir simplificar o layout e tornar tudo muito mais simples, clean e divertido. Para tal é fundamental existir um trabalho de equipa entre a programação e especialistas em design, com a incorporação contínua do feedback dos utilizadores.

*KISS – Keep it simple, stupid! – Este foi um princípio utilizado pelos designers do exército dos Estados Unidos da América em 1960. Está associado ao design de sistemas, engenharia aeronáutica, etc., e define que o mais simples é o melhor, mesmo que possa parecer estupidamente simples. A complexidade deveria ser evitada. Simples é funcional!

 

Partilhar